Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

14.08.19

Só porque nao me apetece nada

Ninita

Hoje é dia não.


Dormi mal, contei as horas e estou rabugenta.

Acho que o cansaço já é tanto, que já nem sei a quantas ando e depois só me apetece resmungar com toda a gente.


E pensam voces : a esta hora já refilou com toda a gente e mandou para a outra banda os colegas e os clientes.

 

E eu digo : nada disso. Já engoli tudo. Porque os outros não têm culpa do cansaço. Porque os outros não têm culpa de eu estar rabugenta.

 

E agora vou ali mandar 3 gritos do ipiranga, para ver se a rabugisse sai toda de uma vez.

 

Resultado de imagem para gritar

 

 

Mandem os gritos que precisarem, refilem interiormente sobre tudo e mais alguma coisa.

Mas nao descarreguem nos outros. Porque ninguem tem culpa.

 

E pronto, foi tudo por hoje.

 

01.08.19

Será que as começo a ver por um canudo?

Ninita

 

Estes 7 meses do ano foram difíceis. Muito difíceis mesmo. Por varias situações. Umas já contei, outras ainda não, porque simplesmente são situações ainda em resolução.

 

Por vários motivos, não tirei ferias durante nenhum dia. Tirei 2 dias separados, mas porque tive de ir a consultas e afins. Só sai do estaminé para isso.

Ou seja, ando louca. Desde Dezembro, em que fiquei 3 dias, não consegui descansar a cabeça e desanuviar do trabalho.

 

Os clientes cada vez mais exigentes, a quererem saber cada vez mais coisas, que apenas estando no local conseguiria saber, mas mesmo assim tenho de dar a informação correcta, mesmo não conhecendo o local.

 

As pessoas cada vez mais, com menos paciência ao ponto de se tornarem mal educadas e arrogantes ao fazer os pedidos. Como se fossem as únicas pessoas que temos de atender e temos de dar uma resposta completa em 5 minutos, senão já somos incompetentes.

 

As horas extra, feitas sem controlo, porque as pessoas entram porta a dentro e mesmo sabendo e sendo avisadas que o horário de fechar já passou, ainda fazem "sala" e esquecem-se que também temos vida própria fora destas 4 paredes.

 

Feitas bem as contas, passo 2h com a minha filha por dia. E aqui ainda tenho de descontar o tempo de tomar banho, fazer jantar, preparar as coisas para o dia seguinte.

As vezes gostava que o dia tivesse mais um par de horas, só para me orientar e não deixar nada para trás, mas de certeza que iria arranjar maneira de fazer mais alguma coisa que me deixava na mesma.

 

Por vezes perguntam-me porque nunca saio a hora certa. Mas se for preciso, são essas mesmas as pessoas que entram porta a dentro fora da hora.

 

Mas todas estas situações me deixaram completamente de rastos, como se andasse a deriva, sem saber muito bem a quantas ando.

Mas, vamos pensar positivo. Estou quase de ferias.. Sim, só faltam 29 dias.....


Acho que já posso chamar de contagem decrescente, ou será que não?

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem me visitou

contador grátis

Blog Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D