Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

27.05.19

A azarenta, parte 350

Ninita

 

Raio para a gaja, que não sabe estar quieta....

 

Sinceramente, este mundo anda perdido.


Imaginem :

6.ª feira, 18h45. Depois de uma semana de loucos, sair e passar no café onde o pessoal se junta e onde mal se entra, com cara de derrotada, nos espetam logo com uma Mini Super na mão, bem fresquinha e nos fazem dar logo uma gargalhada, daquelas de fazer saltar as pedras da calçada.

Mini na mão, amigos a dizerem babozeiras, gelado na mão da criança e tudo diria que era o começo de uma bom fim de semana. Só que não.....

 

Uns amigos saem para irem a casa e passado nem 1 minuto ligam a dizer : podes vir aqui ao estacionamento? E eu só disse : já me bateram no carro!

Nem por aposta. Embrulha !

 

E eu a pensar, bem, chego lá e está lá a pessoa.

Qual que? Um carro com para choques de ferro, mandou-me uma caqueirada a fazer marcha atrás (daquelas que arrepiam) e seguiu a sua vida, como se nada se tivesse passado. E com gente a ver.....

 

ora, la fui eu ver o meu boguinhas.. Para choques com uma moça e rachado. Mas que bem. A grelha a abanar toda (nem sei como estará por dentro). Ate a matricula esta estranha. E as oticas. E o capon. Parece que encolheu uns milimetros. Nem sei o que lá está.

 

La fui eu a GNR, mas os meus amigos que não são de se ficarem a rir, foram a procura da pessoa. Deram-me a matricula que tinham visto, para fazer a queixa e la foram eles. E não é que encontraram??? Um miúdo, que nem cara tem para levar 2 chapadas. Uma criança.....

Só lhe disseram, vais já a minha frente a GNR que a moça a quem bateste, esta lá a fazer queixa.

 

La aparece o rapazito, a tremer que nem varas verdes. A pedir desculpa por me ter batido (e eu em brasa que se pudesse tinha-lhe dado 2 pares de estalos).

 

Resumindo, a noite, tivemos de ir ao local com a GNR para eles fazerem as medições aproximadas e prepararem o auto para os seguros.


La estava o moço, com o pai. Perguntei : porque fugiste? Respondeu : assustei-me. Perguntei : a quanto tempo tens a carta? Respondeu : 2 meses. Oh pá, caiu-me tudo.

 

Pensei varias vezes porque fui fazer queixa, porque não me calei. Tive pena do miúdo. Cometeu um erro. E eu fui logo a matar. Mas porra, o carro custou-me a pagar. Em 18 anos de carta, nunca tive um acidente e já varias pessoas bateram no meu carro e fugiram. Desta vez, fiquei tão cega, que fiz queixa. E se o moço fica sem carta? Oh pá, tive pena. Derreteu-se-me o coração. Mas já está. Assumiu que errou. E verdade, hoje a tarde já estava na companhia de seguros a accionar o seguro e a tratar de tudo. Foi responsável.

 

Mas a mim custou-me. A serio. Custou.

 

Espero que tenha aprendido. Valia mais falar logo, perguntar de quem era e resolvia-se tudo na hora. Sem stress, sem confusões.

 

Mas vou ficar sempre a pensar nele.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem me visitou

contador grátis

Blog Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D