Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

17.01.19

E o que fazem os funcionarios camarários?

Ninita

Aqui na Santa Parvónia, temos um presidente da Câmara que é assim, tipo, a ultima bolacha do pacote.

È uma pessoa extremamente simpática, amiga do povo, bom para festas e comezanas e quem o quer ver bem, é nas ditas festas que promove, de copo de vinho na mão a confraternizar claro.

E os seus funcionários são pessoas extremamente afáveis, simpáticos e ótimos trabalhadores só que não.

 

No dia 28 de Dezembro, precisei de um consulta la na Câmara e lá vou eu, as 14h10 para tentar safar-me. Ora o coitado do funcionário porque era só um que estava ao serviço nesse dia para aquela tarefa porque já tinha tudo saido para festejar o fim de ano, este, sem exageros, 1h30 com 1 casal, em que basicamente os senhores desabafaram de tudo. Desde os melhores vinhos, aos filhos. Estão a ver o coitadinho do funcionário a ter de ouvir e comentar claro (não iria deixar os senhores a falar sozinhos, porque era falta de educação da parte dele) e claro que teve de compartilhar a sua sabedoria de provador consumidor compulsivo dos melhores vinhos.

Finalmente, lá fui atendida e tive de fazer o choradinho, porque precisava mesmo do papel com alguma urgência, já que o gajo cá da casa ia embora e ia ser preciso ele ver as coisas antes de voltar ao Pais dos Avecs. Fiz o requerimento, paguei e pediram-me para aguardar. Lá aguardei e uma funcionaria estagiaria lá me conseguiu ainda no dia consultar o meu processo e lá vi as folhas que precisava e lá me foram tirar as ditas copias.

No final, lá passei novamente no dito funcionário, que deu o requerimento como terminado e lá fui pagar as fotocopias que precisei.

Tudo pronto, portanto. Certo??

Pensam vocês e pensava eu.

 

Então ontem, quase 3 semanas depois, ligam-me da câmara que tinham lá o processo para ser consultado, mas que ainda ninguém la tinha ido. E eu, com cara de parva, respondi simpaticamente : "mas eu já tenho as cópias, trouxe-as na hora." Estão a ver a voz do outro lado, completamente surpreendida pelo que eu lhe estava a dizer?? Acho que se tivesse um buraco, se tinha lá enfiado.

 

Só para dizer que há Burgos onde as coisas ate podem funcionar bem. Aqui neste, reina o Bobo da corte e os seus lacaios, onde tudo anda devagar, devagarinho, a passo de caracol. E quando fazem as coisas, há qualquer coisa que não esta bem.


Valha-nos as estagiarias, que ainda não têm aquela lentidão no sangue e até trabalham melhor do que muitos que lá trabalham andam há anos.

 

Estou para ver o que vai acontecer ao projeto que vai entrar para aprovação. Se no primeiro projeto, há 13 anos atrás, as aventuras foram muitas (desde projetos perdidos, desaparecidos, esquecidos atrás de fotocopiadoras), estou já a prever que este segundo projeto vai correr lindamente. Se calhar em vez de fazer obras, vale mais vender a casa e comprar outra que não me faça ir a Câmara, senão nem daqui a 5 anos tenho as obras feitas....

 

Zé Povinho sofre.......

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem me visitou

contador grátis

Blog Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D