Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Ninita's

29
Mai18

Eutanásia


Ninita

Normalmente não falo dos temas mais atuais.

Foi um falatório com o casamente do principe, e eu não disse nada.

Foi uma confusão com o sporting e eu também não disse nada.

No entanto, sobre esta questão da Eutanásia, não consigo estar calada, por varios motivos.

Uma das coisas que me faz imensa confusão, é o facto de pessoas com doenças graves, raras, que tanto sofrem e que chegam a um ponto em que o sofrimento é tanto, tão atroz, e não podem pura e simplesmente, tomar a decisão de terminar esse sofrimento.

Claro que compreendo que um dos receios é que haja um grande numero de pedidos, devido a outras condições, como abandono, como infelicidade, falta de meios, etc, etc. Mas, nos países em que é legal, também deve haver essas situações e de certeza que só são "aprovadas" as que têm caracter especial.
Sou da opinião que cada caso, é um caso. Cada situação deve ser tratada de forma especial e unica, avaliada.
Não se deve generalizar as situações e acredito que o grande problema vá ser o hábito de "meterem tudo no mesmo saco" e acharem que tudo é igual. Porque não é.

Acredito que cada pessoa deve fazer o que acha melhor e não acredito que pedir a eutanásia seja feito de animo leve. Para pedirem a eutanasia, é porque chegaram ao limite, que já não aguentam mais. Mas volto a dizer, concordo com algumas situações e acho que essas situações devem ser bem analisadas, bem percebidas.

Só peço mesmo que não olhem para todos os pedidos da mesma forma, que não generalizem e que deem a verdadeira atenção e consideração que cada caso deve ter. Porque todos somos diferentes, mas todos tempos sentimentos, medos, inseguranças.

 

A ver vamos o que ai vem.

 

 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Quem me visitou

contador grátis

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D