Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

23.05.18

Porque há subsidios e "subsidios"

Ninita

Li agora na primeira pagina do Sapo, que os subsidios de desemprego e de doença vão passar a pesar mais a Segurança Social.

Ok. Percebo que os valores não têm sido atualizados nos ultimos tempos. Mas.... (claro há sempre um mas) os subsidios de desemprego são pagos a toda a gente e mais alguém.
Por exemplo, conheço pessoas, que nunca trabalharam na vida, nunca descontaram 1€ para a SS e porque alguém se "lembrou" de "ajudar" estas "pobres" pessoas (que de pobres só têm mesmo a cabeça) a terem mais alguns rendimentos (porque o subsidio de inserçao não era suficiente) e toca de arranjar forma de serem desempregados e fazerem os "cursos e formações" pagos por quem desconta e por quem trabalha todos os dias, no duro.

Por exemplo : há pessoas que com esse subsidio, todos os dias de manha vão tomar o pequeno almoço na pastelaria. Ora, eu tomo o pequeno almoço todos os dias em casa. Essas mesmas pessoas, na altura do natal, recebem em casa ajudas da SS, em generos alimenticios (bacalhau, massa, arroz, azeite, etc, etc) e roupas. E atenção que não é roupa qualquer. A roupa é bem escolhida e conseguem ter roupa melhor do que eu.
Mas que me desculpem, mas estas situações revoltam-me imenso.
Ando eu e outros a trabalhar, a descontar feito doidos para estas pessoas que nunca fizeram nenhum estarem a receber parte do meu ordenado????
Por exemplo, a minha filha não tem direito a abono de familia, porque eu sou rica. Eu se ficar doente, os primeiros 3 dias da baixa medica não são pagos. E estes salamalecos, recebem abonos altissimos (porque precisam), recebem roupas e alimentos (porque não têm), recebem subsidios (porque nunca tiveram  estão desempregados), e ainda lhes vão aumentar os redimentos? 
E as pessoas que recebem as pensões minimas e que nem dinheiro têm para os medicamentos? Porque não aumentam primeiro essas para valores em condiçoes? Aí até nem me ia importar. Sim, estavam a receber do meu ordenado, mas pessoas que realmente precisam e que trabalharam a vida toda nos campos e na agricultura e agora os rendimentos são uma miseria.
Todas estas situações me revoltam por dentro, porque acho ridiculo. Ridiculo que eu tenha de trabalhar tanto para chegar ao final do mes e ter o meu ordenado e outras pessoas andarem na rua, sem fazerem nadinha o dia todo e ainda se riem de quem trabalha porque eles sao "desempregados".

Sei que a minha opinião vale o que vale, mas acho tão mas tão injusto e ler estas noticias enerva-me solenemente.
Senhores ai do Estado, vejam lá se ajudam é quem precisa e não andem a dar mais a quem se governa do trabalho dos outros.

 

E tenho dito.

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem me visitou

contador grátis

Blog Portugal

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D