Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

02.05.18

Quando os clientes já nos deixam loucos :)

Ninita

Desabafo :

Neste momento, a nossa sociedade está em tudo virada para o "posso, quero e mando".

Se entram num estabelecimento comercial, acham que tudo é certo do lado deles e do lado de quem atende tudo errado.
Ora, vamos lá por partes :

Quem trabalha com publico, sabe que nem sempre é facil e que há alturas em que apetece dar um abanão valente aos clientes, para ver se acordam para a vida.
Aqui vão as "coisinhas" que mais me enervam :

1.º lugar - "O cliente têm sempre razão" - Mentira. A grande parte deles acha que por alguém os estar a atender, tem de se rebaixar e dizer amen a tudo. Mas isso não é assim. O tempo da escravidão e de todos termos de nos curvar porque V.exa Sr. Cliente entrou já acabou. Se querem ser tratados com respeito, devem respeitar quem está do outro lado. E se vêm pedir informações, porque é que não as querem ouvir? Porque não deixam que quem sabe responder responda?

2.º lugar - "Faça-me lá um descontinho" - Ai está a coisa que mais me enerva ouvir. Descontinho??? Mas oh senhores, quando compram na internet também pedem um descontinho? Não! E ainda pagam encargos para receberem as coisas. Por isso, não me peçam lá descontinhos, porque eu não sou a Madre Teresa de Calcutá.

3.º lugar - "Na Internet é mais barato" - Então porque não compra na internet e está a fazer perder-me tempo? Porque na Internet não pode reclamar?? E se alguma coisa acontecer, pode ligar nem que seja as 03h a queixar-se, nem que não tenha razão?

4.º lugar - "Fecham as 19h? Não, ás 18h00" - E quando olham para o relógio já são 18h50 e nem desculpa pedem pela hora, nem perguntam se ainda podem ser atentidos. Senhores, eu também tenho vida fora daqui.....

5.º lugar - "Ontem liguei para cá e ninguem atendeu." - Mas ontem era Domingo.. As vezes tambem temos direito a descansar e não ser bonecos telecomandados que se têm de adaptar a tudo e qualquer coisa.

6.º lugar - "Voces tambem almoçam?" - Não, vivemos do ar e da chuva. Não precisamos de comer, nem nada.

7.º lugar - "Nem sei o que quero" - Olhem, eu sei. Quero trabalhar e não quero ter de andar armada em vidente, para saber o que o cliente quer. Mas eu tenho ar de bruxa, o que???

 

E tantas outras. Mas neste momento, são estas que me incomodam cada vez mais.


Atenção que qualquer profissão precisa de vendas, mas infelizmente a cada dia que passa, temos de saber tudo, conhecer toda a gente, ver tudo e ao mesmo tempo não ver nada, calar perante todos os clientes, nao abrir a boca senão somos sabischonas e falar ao mesmo tempo senão somos ignorantes.

Já sei, vou mudar de profissão e vou-me tornar budista. Isolo-me durante uns tempos e não tenho de ouvir ninguem.. Yuppi :) :)

 

Beijinhos

 

1-OK-741x486_c.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem me visitou

contador grátis

Blog Portugal

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D