Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

12.02.20

Serão as indecisões o nosso combustivel?

Ninita

 

Esta sou eu :

Tenho 37 anos. Faço 20 anos de serviço, no mesmo sitio este ano. Casada á 13 anos + 4 anos de namoro. Tenho 1 filha de 11 anos. Vivo á 8 anos "separada" do meu marido, pela "fantastica" condição dele ter emigrado.

 

Daqui a 7 anos, fico sozinha. Completamente sozinha. A miuda vai para a Universidade e o gajo continua lá fora. E eu aqui, sozinha.

 

Durante muitos anos, o maridão sempre me disse que queria ter mais filhos. Queria ir ao rapaz. E eu sempre disse que não. Estamos separados por milhares de Km. Criei uma filha sozinha. Foi duro, muito duro. Ela crescer, educa-la sozinha e saber que ele perdia o crescimento dela. As fases todas. Os dentes a cairem, o ir para a escola, o aprender a andar de bicicleta, de patins, etc, etc. E não queria que ele perdesse isso novamente, nem que uma criança podesse ter de passar pelo que a minha filha passou.

 

Além disso, tenho 1 trabalho fixo, em que muita coisa e muita responsabilidade me passa pelas mãos. Não sou insubstituivel, mas sei que muita coisa consegue ser resolvida por mim em 5 minutos, quando outra pessoa não vai saber como fazer e vai demorar 1 dia a conseguir resolver. Não, não sou a super mulher. Mas estou nisto desde os meus 17 anos e sempre consegui ser uma "esponjinha" que bebia as informações todas. E sei que para me substituirem durante 1 licença de parto, não ia ser facil (não me estou a gabar). Da minha gravidez, colocaram 2 pessoas a substituir-me (e tive de formar uma delas durante 4 meses) e nem assim se safaram. Foi dificil, eu sei. E essa parte tambem me custou imenso. Porque não gosto de sobrecarregar ninguem.

 

E agora, penso : será que fiz bem? Será que fiz mal?

Não tarda nada, entro nos "entas". E depois???

 

Depois? Não sei. Ultimamente tenho muitas duvidas. Duvidas se deveriamos ter outro filho e dar um irmão/irmã á pirralha. Se deveria pensar em ir-me embora de vez, e recomeçar a minha vida, ao lado de quem é tão mas tão importante para mim.

 

Ja pensei em vender a casa, porque não gosto do sitio, a casa precisa de obras pq ficou uma valente treta. Ja pensei comprar 1 terreno e contruir outra a nosso gosto. Ja pensei comprar 1 apartamento. Já pensei em tanta coisa, mas faltam os €€€, claro. Mas sonho. neste momento, nem sei com o que sonho. Ando com duvidas a mais.


Há quem diga, que as relações á distancia terminam rápido. No nosso caso não. Somos muito unidos, conversamos muito a noite (quando conseguimos) e ao fim de semana, pomos a "escrita" em dia. E ele, faz-me tanta, mas tanta falta. Juntos, somos um. Juntos, levamos tudo para a frente. Separados, levamos as coisas, devagarinho. Porque nos falta o outro.

 

Ultimamente as indecisões são muitas. E o tic tac tambem. O tempo está a passar e sinto que me falta alguma coisa.

 

Só falta saber o que...

 

 

18 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blog Portugal

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D