Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

02.10.18

Sapatos de salto "agulha" - o misterio do demonio

Ninita

Se há coisas que eu não compreendo, é a necessidade das mulheres de se sacrificarem ao máximo e enfiarem os pés, naqueles sapatos de salto de agulha, sei lá com quantos cm.

Resultado de imagem para sapatos salto agulha

 

E mais : Como se seguram de cima daquilo?????

 

 

Não percebo, nem consigo ser solidaria com essas pessoas, porque infelizmente se eu calçar uma coisa tão alta, com salto tão fino, já sei o que vai acontecer : acabo no hospital, com uma perna partida, uma entorse, ou qualquer coisa parecida.

 

Mas, também lhes dou os parabéns, porque andar sobre paralelos nas ruas da santa terrinha, com aqueles saltos, sem cair, é mesmo uma façanha daquelas enormes, que só os melhores equilibristas conseguem (é que alem de serem paralelos, a grande parte das ruas tem paralelos polidos (daqueles que ate de ténis escorregam).

 

Por isso :

Senhores dos sapatos, aka, senhores do demo, podem, por favor, inventar uns sapatos desses, com uma espécie de ventosa, para que eu possa, também, como estas mulheres equilibristas, andar por ai a abanar as ancas com esses saltos???

Please!!!!

 

Nota : este post é meramente uma forma invejosa de falar sobre sapatos, porque gostava tanto de conseguir andar nesse calçado do demonio...

 

 

25.07.18

Sintomas das crises de ansiedade

Ninita

Ola !

Ao logo destes pouco meses de blog, tenho escrito várias vezes sobre as crises de ansiedade. 

Diagnosticadas á cerca de um ano, coisa que eu nem sabia o que era. 

Pois bem, talvez devido ao facto de ser plena época alta la no trabalho e eu andar a 1000/h e eu ainda nao ter gozado 1 único dia de ferias, voltaram. Ou parece-me a mim que voltaram. 

Já nem sei. 

Mas afinal que sintomas são das crises? E quais não são? Ora, aí está o grande problema. Eu já não sei. 

Começaram com apertos na garganta, palpitações, suores, torcicologos constantes.

E agora? Pois, agora é formigueiro no braço esquerdo. Yuppi. Só que não. 

Como é que conseguimos identificar se temos de meter um victan no bucho ou se estamos mesmo com um problema grave?  Como diferenciamos? Eu não sei. Não percebo. Não entendo. 

Não sei o que vai ser daqui para a frente, nem sei o que vou enfrentar. Mas sei que vou lutar. Sei que não vou ficar de braços cruzados á espera q alguem se lembre de arranjar um medicamento mágico para isto passar. 

Até lá, vou apenas viver, um dia de cada vez. 

 

Ninita

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem me visitou

contador grátis

Blog Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D