Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

26.10.21

Desabafos cansados e outras coisas

Ninita

 

Tenho andado afastada, afastadissima destas bandas.

Não por falta de inspiração para escrever (sim, porque eu nunca tenho inspiração e só escrevo o que me apetece e dá na real gana), mas por falta de tempo.

 

No trabalho, já não sei para onde me virar. Estamos 4 a fazer o trabalho de 6, sem poder dair daqui, nem 1 dia. Ainda não gozei ferias e não faço ideia se vou gozar, porque tem de vir uma das colegas que esta de licença trabalhar, para podermos pensar em tirar uns dias e ela tentar substituir-nos. Se vai ser dificil? Eu diria mais impossivel. Essa colega, esta a 1 ano e meio em casa. Covid + baixa de maternidade + licença de maternidade + extensão da licença de maternidade e eu não pude sair daqui, nem um dia. Ate para ir a uma consulta, me vi grega.Consegui e tive de trabalhar o dobro para deixar tudo feito e mesmo assim, tenho trabalhado em casa aos sabados, domingos e feriados.

 

E dizem voces : caramba, recebes bem. Sim, sim, recebo. Só que não. Recebemos todos o mesmo, mas neste momento é levantar a empresa que esteve tanto tempo fechada. Só que infelizmente, a custa da minha sanidade mental.

 

Não saio de casa nunca, a não ser para vir trabalhar e as compras. Não desligo do trabalho, porque ha sempre qualquer coisa urgente ou algum cliente, que não tem qualquer tipo de respeito por nós e lembra-se a ultima da hora, que não marcou isto ou aquilo para ontem, hoje e amanha.

 

Adoro o que faço. Mas neste momento, estou a chegar ao meu limite.

Hoje, estou doente. Cansada, com uma crise de rinite daquelas valentes, que me poderiam por a dormir durante dias e continuo a dormir 4 a 5h por noite. Pouco durmo, não consigo descansar, sou mae e pai e filha, tudo ao mesmo tempo. Ajudo tudo e todos. E estou a chegar ao limite.

 

Um dia, vai ser melhor. Um dia, vou conseguir seguir em frente e descansar, recarregar baterias. Um dia, faço isso tudo.

Mas, hoje não !

08.07.21

O pesadelo dos ultimos tempos

Ninita

 

A semana passada foi uma verdadeira correria.

O gajo veio, a miuda fez anos, mas tudo correu mal.

O gajo veio na 6.ª feira e o meu pai foi hospitalizado no sabado. Caiu-nos tudo em cima. Literalmente tudo. Tivemos de andar sempre a correr a tratar das coisas dele. Desde a quinta, com as sementeiras para regar, inspeçao do carro dele, limpeza da casa dele, ir ve-lo a Coimbra. Foi efetivamente uma semana de loucos.

Eu a trabalhar, consegui tirar 2 tardes. Uma para passar com a pirralha e outra para ir ver o meu pai ao Hospital. E perguntam : porque não tiraste o dia todo? Porque a minha colega de trabalho, que tem de estar para eu poder sair, se recusou a vir trabalhar, com a desculpa que tinha de estudar com o filho e isto e aquilo. Ou seja, lixou-me. E depois, nesta semana pergunta : não queres tirar dias? Não obrigado. Come-os ao pequeno almoço, almoço e jantar, que ja fui buscar o meu pai, já não tenho cá o gajo e ja ca estou sozinha !!!!

á coisas que não se compreendem e atitudes que ninguem entende. Mas para mim, foi um abre olhos. Porque ando a semanas a trabalhar e ela em casa, porque hoje nao vem, amanha tambem nao, depois não sei e se tu precisares eu arranjo uma desculpa. Ando a meses a ajudar em tudo e a fazer tudo o que me pedem, porque não lhes apetece fazer ou porque da trabalho procurar. Chegamos ao ponto de me dizer que eu se quisesse ferias, que podia ir bem no final de setembro, porque a escola ainda nao ia começar, porque ela queria as semanas que eu tiro a anos. Ha so 1 pequeno problema : a escola começa a 14 Setembro e a minha filha tambem é filha de Deus. Tambem precisa da mãe, de arrejar, de passear, de passar tempo sem ser sempre sozinha. Desta vez, foi a gota de agua.

 

È pena que apesar de tudo, as pessoas só olhem para o seu umbigo e agora fiquem ofendidas quando me dizem : Ninita, fazes isto que és mais rapida e eu demoro mais a ver como se faz? E eu respondo : Eu estou muito ocupada. Se o trabalho é teu, faz e trata. Tenho mais para fazer.

 

Esta, efetivamente não sou eu. Nunca neguei ajuda. Nunca me recusei a dar a mão. Mas desta vez, passou todos os limites e para mim, ja chega. Chega de ser parva. Chega de ser a resolve tudo. Porque, eu, tambem sou gente. E neste momento, trato da minha casa e da casa do meu pai. Faço almoços, jantares para ele porque so anda de canadianas. Tenho de fazer tudo na quinta. E basicamente levanto-me as 07h, para me sentar, a respirar, por volta das 22h, que é quando acabo de fazer tudo. Todos os dias.

 

As vezes, temos de nos por nos sapatos dos outros e ver que as coisas não são só maravilhas e que os outros tambem precisam.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blog Portugal

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub