Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

25.10.19

Há Médicos e há "medicos"

Ninita

 

E em toda a nossa vida, passamos por boas e por más experiências. Mas, as noticias que se têm ouvido na televisão, no radio, nos jornais, vieram mostrar que uma pessoa, de sua profissão medico, não soube fazer a sua função, ou então achou que deveria fazer alguma coisa acima das suas capacidades e varias crianças e pais sofreram com isso.

 

Todas estas noticias me fizeram voltar a alguns anos atrás e reviver em câmara lenta, um momento, que me fez pensar em tudo 2 vezes e que durante algum tempo, me fez andar numa angustia terrível.

 

A minha pirralha foi uma bebe "programada". Pensamos no assunto, fiz vários exames para ter a certeza que estava tudo bem e depois tive luz verde para passar aos treinos a serio (sim, porque durante 3 meses, o ginecologista que me seguia (privado) quis que durante 3 meses tivéssemos cuidado, para limpar o organismo da pilula).

 

Ok. Fizemos as mudanças para a casa nova e pumba. Passado uns tempos, lá pensei eu : oh porra, não me veio a menstruação. Será???

E la fui fazer um teste. E claro, que como a miúda já era do contra, deu negativo. Mas passado mais 1 semana, fiz outro e afinal já estava gravida. Toca de confirmar por analises e tal, não fosse o diabo tece-las e ir ao ginecologista outra vez.

 

Pois, a primeira ecografia foi oficialmente de morrer. Estava de pouco tempo, mas ele quis fazer uma eco para ver se estava tudo bem. Ora, faz a dita cuja e nada. Não se via nada. Resposta do medico : ai e tal, não vejo nada. Você nem gravida deve estar.

Oh pá, caiu-me tudo. Tudinho. O maridão ficou branco. Eu nem sabia o que dizer. Mas o tal "medico" disse para esperarmos mais 2 semanas e voltarmos.

Passado 2 semanas, la voltamos e la se confirmou que a pirralha anda a fazer de contas que não estava la ninguém (o raio da miúda é uma bestinha feita, santa paciência). E afinal ja estava de algum tempo.

E depois o medico desvalorizou. Ai e tal, poderia ser por ser muito cedo e tal. Mas porra, isso não me disse quando lá estive e insistiu em fazer a eco.

Primeiro largou a bomba a 2 pessoas que ansiavam pelo pequeno feijão, deixou-os em pânico durante 2 semanas e depois é que desvalorizou.

 

È caso para dizer que mudei de medico na hora e nunca mais fui aquele senhor.


Claro que isto não ficou por aqui e esta gravidez e nascimento foi um autentico filme, mas isso fica para outra altura.

 

Tudo isto para dizer que compreendo que as vezes haja erros e pequenas falhas. Mas, não compreendo falhas enormes, gravíssimas. Tão graves, que conseguem estragar vidas.

 

Coitados daqueles pais. Coitadas daqueles bebes.

 

O meu coração está com eles.

 

 

 

 

 

 

03.10.19

Abre a boca e diz AHHHHH

Ninita

 

Estava eu a ver as novidades no insta e vi uma imagem, a dizer que era dia do dentista.


Institivamente veio-me uma historia a cabeça, que me fez partir o coco a rir.

 

O maridão, como sabem, está la emigrado para as Franças, mas continua a ser um esquisito de primeira apanha. So vem á cabeleireira em Portugal e também só vem ao dentista em Portugal. Basicamente em França, so trabalha. O resto, é tudo cá.

 

Então aqui ha uns tempos, veio cá de ferias e nessas alturas acaba por marcar sempre consulta no dentista, para algumas reparações e alguma limpeza que seja necessária.

 

Um dia, não tinham vaga e eu la pedi ao Doutor, que conheço bem e ja conhece o maridão há anos, que se tivesse uma vaga, como sabia que ele só ca esta de vez enquando, para me dizerem. E lá me conseguiram a consulta, numa 6.ª feira, as 17h30.

 

Ok, tudo tratado. sem stress. Ele foi ao café ter com os nossos amigos que estavam todos em casa e toca de emborcar minis. Eu as 17h lembrei-o que tinha consulta (atenção que eu estava a trabalhar). E ele : sim, sem stress.

 

17h40 ligam-me da clinica : ninita, o marido não vem a consulta? E eu logo : vai, vai. Deve estar ai a porta a tentar estacionar (eu ate vi logo o que se passava).

 

Ligo ao gajo e ele : estou mesmo a chegar (ainda dentro do tasco).

 

Quando chegou ao dentista, senta-se na cadeira, abre a boca e o medico só lhe pergunta : Não precisas de anastesia, pois não? (a rir-se feito doido)

Resposta do maridão : Não Dr. Mas veja lá se me despacha rápido, que deixei o resto da anestesia de cima do balcão.

 

É caso para dizer, que quando fui ter com ele e me juntei a malta, já todos se riam muito e falavam de mais. 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem me visitou

contador grátis

Blog Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D