Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

27.02.20

A beira do abismo

Ninita

 

A cada vez que se liga a tv, a noticia é a mesma.


A cada vez que se abre a pagina principal de qualquer motor de busca de noticias, só se ve a mesma coisa. O virus. Sempre. A toda a hora.

 

Sim, toda a gente fica com medo. Ninguem percebe muito bem o que deve fazer. A incerteza do futuro está bem visivel, perante uma palavra tão pequena, mas que conseguiu meter medo a um mundo inteiro.

 

A questão são as repercussões que a comunicação social está a ter.

Ora vejamos :

Em todo o lado dizem quais são os paises com infetados e chegamos a conclusão que ninguem percebe bem como ha contagiados em vários pontos distintos do mundo, alguns deles, sem qualquer movimento nem conhecimento de pessoas que estiveram nas zonas afetadas. Bem, se assim é, como se esta a espalhar o virus?

Depois há outra questão. Quantos não estão infetados, sem o saberem e sem sintomas? Ate podem pensar que é apenas 1 gripe, normalissima nesta altura do ano. E ate podem ter o sistema imunitario mais resistente e o virus incuba, da alguns sintomas, mas nada de mais e fica curado. E esta feito, certo? Só que não. Ninguem sabe se não esta ou pode vir a ser infetado e nem sabe se vai ter ou nao sintomas. E porque? Porque nao se conhece o virus, certo? É novo. Há pouca informação. Ninguem percebe nada e todos deitam lenha numa lareira que cada vez arde mais e a cada dia que passa, sem qualquer tipo de controlo. Descontrolada e incansavel.

 

Uma das medidas que a DGS dá, para evitar contagios "se" (quando) cá chegar, é optar pelo teletrabalho, cancelar reunioes, etc, etc.

Só ha varios problemas nesta questão. Por exemplo, fabricas de confeções não podem trabalhar em casa. Fabricas de produção de alimentos? Tambem não. Supermercados? Tambem não. Ou seja, "se" (quando) cá chegar, o pais vai todo parar, porque a grande parte dos trabalhadores não se pode dar ao luxo de trabalhar em casa, pelo simples motivo de não dar. Não dá, ponto.

 

E há ainda outra questão. O virus ainda não anda por aqui, e já se sentem grandes problemas. As fabricas paradas por falta de escoamento da produção que iria ser exportada. Falta de materias primas.

 

Ou seja, toda a economia mundial vai ser severamente atacada e a ver vamos, quando se vai conseguir levantar e seguir em frente.

 

Viagens? Desaconselhadas. Ok, toca as agencias de viagens, operadores turisticos, companhias aereas, começarem a ficar com problemas, porque não vendem. Não ha deslocação de pessoas, seja em negocios, seja em lazer. Os hoteis começam a ter cancelamentos. O turismo começa a sofrer.

 

Na pratica, todos os negocios vão ser afetados e a nossa economica vai levar um arrombo daqueles bem grandes.

A ver vamos, como nos vamos safar de mais uma.

 

 

19.02.20

Se somos gordas comemos como alarves, se somos magras comemos só alface?

Ninita

 

Aqui há uns meses valentes, escrevi um post, sobre a minha condição física, sobre o que chamam as pessoas com peso a mais, etc, etc.

E pensei, muito honestamente, que não iria voltar ao mesmo tema.

 

Mas ontem, ao passear pela internet, descobri uma foto da Catarina Raminhos em bikini com o marido, em que lhe perguntaram se estava gravida outra vez, que não se devia mostrar assim, etc, etc. Assunto sobre o qual, ela escreveu um post, em que sinceramente tive de me levantar e bater palmas.

 

Pois bem, mas afinal, uma pessoa com peso a mais, mas que se sente bem consigo própria, não pode postar 1 foto? Porque? Por ter barriga? Por ter celulite? Por não ter o corpo 86x60x86?

Ora, ide pastar erva! Vão comer alface! E tirem os grilos que lá encontrarem, porque se podem enfiar nos dentes.

 

Arre gaita, por amor da santinha. Cambada de gente ressabiada, com falta de peso. Ou então, a grande parte delas com peso a mais e com falta de amor próprio por si mesmo que passa o dia a vasculhar a Internet, para ver quem vai levar com a sua má disposição e com a sua língua venenosa.

Aprendam de uma vez por todas. Cada pessoa é diferente, cada metabolismo é diferente e cada caso é um caso. Todas e todos tempos um corpo diferente. E não me venham cá com as merdas que toda a gente tem de ter corpo de sereia, sem estrias, celulite e sem historia. Carago, até as serias têm celulite. Até as modelos têm estrias e o fotoshop é tão lindo, mas tão lindo para corrigir tudo.

Infelizmente a nossa sociedade está boa é para criticar os outros, a disparar veneno gratuito em todas direcções.


Cambada de ressabiadas.

 

Se quiserem ver o Post a que me refiro, está aqui.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blog Portugal

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D