Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

14.03.22

Porque ninguem merece a Guerra

Ninita

 

Andamos nesta brincadeira a dias. Demasiados dias.

Guerras, bombardeamentos, destruição e sofrimento. Todos os dias, a toda a hora e a todo o instante.

 

É ver crianças e mulheres a deixarem os pais e maridos para trás, sem saberem se os voltam a ver.

É ver idosos a serem mudados de sitio, sem se conseguirem mover sozinhos, em chãos de autocarros.

È ver a constante destruiçao de cidades inteiras, de casas, de mortes.

 

Chega ! Por favor, chega!

 

Todos merecemos paz. Todos merecemos ter o nosso cantinho, a nossa casa.

Chega de destruição, só por birra ou interesses. Chega.

 

Esta na hora, de ser humano e por um ponto final a tudo o que têm feito. Porque ninguem merece a guerra.

22.11.21

Memorias de antigamente

Ninita

 

Lembram-se disto ?

 

Biblioteca Sobre Rodas” promove a leitura junto dos mais novos - Município  do Bombarral

 

Sim, eu lembro. Das bibliotecas que de 15 em 15 dias vinham as terriolas, para que todos pudessemos levantar um ou dois livros e devolver passado 15 dias.

Todas as vezes lá ia com a minha irmã. Todas vezes trazia livros que lia e relia, ate chegar a altura de os entregar e ir buscar nova remessa.

 

Mas, apesar de muita gente la ir, a carrinha deixou de voltar. Acabou. E ficamos triste. Porque como se estava longe da vila maior e não havia muitos carros e o dinheiro para lá ir era pouco, só gente "rica" podia ir a biblioteca. E sinceramente, tive pena. Muita pena que acabasse. Porque para muitas pessoas, era a unica forma de ir buscar livros.

 

Era bom que agora acontecesse o mesmo. Que voltassem. Não só pelos miudos, mas pelos graudos. Muitos deles em casa, sozinhos e um bom livro podia fazer a alegria deles.

 

Quem sabe, um dia, este habito tão bom, possa voltar.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blog Portugal

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub