Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

06.05.22

O Nosso SNS - desabafo

Ninita

Lá para as minhas bandas, o COVID esta a chegar em força.

 

Os meus sogros foram apanhados. Primeiro ele, no trabalho e claro, depois ela.

Lá estão os 2 em casa, com uma carraspana daquelas de meter medo.

O sogro, que sofre de bronquite asmatica, no dia que testou positivo, liguei para a linha de saude 24 e depois de 1h30 e 300 mil perguntas (atenção que a pessoa que me atendeu, apesar de eu nao estar ao pe dele, por razões obvias, fez de tudo para ajudar) e entre chamadas para aqui e para acolá, decidiu-se que tinha de ir as urgencias, que ficam a 80km. Sim, a 80km. OK. Lá vai o meu cunhado (filho dele) com o pai, chegam la, referenciados pelo SNS24 e nem o auscultaram. O que???? Basicamente disseram : ai e tal, o SNS manda tudo para aqui, devem achar que nao temos de fazer. Ele esta com oxigenio a 94%, pelo que nao precisa de nada. Alem disso, temos a ala covid cheia, pelo que nao vamos atender mais ninguem. E mandaram-no embora. Assim, sem mais nada, sem preocupaçao, sem nada.

Chegam a casa e la volto eu a ligar, porque nem declaração de isolamento tinha para o trabalho, nem teste oficial, nem nada. Quando contei a enfermeira, a senhora só me disse : Ninita, eu ate lhe dava a minha opinião, mas nao posso porque a chamada esta a ser gravada, mas nao se faz.

Eu compreendi, aceitei, mas sinceramente não entendo.

A sogra testou positivo depois e ate agora nao precisou de nada, so esta constipada, mas tentei ligar e fazer o registo do teste. 2h30 ao telefone a espera e nao consegui falar com ninguem. Basicamente querem que se ligue para lá e só lá é que tratam das coisas, mas não se consegue falar com ninguem.

Tal como disse no outro dia, podemos morrer a espera.

Sim, porque no nosso Centro de Saude, só marcam 9 consultas e as 9h da manha ja não há nenhuma. E acham normal. Se quiserem, vão as urgencias ou a outro lado. Sim, respondem isto.

 

Desconto para o Serviço Nacional de Saude. Eu e toda a gente. Se queremos ir ao privado, temos de pagar na totalidade, não temos nenhum desconto da ADSE, nem nada disso. Merecemos mais. Mais atenção, melhor serviço.

Compreendo o quanto estão estoirados, cansados, saturados os profissionais de saude. Mas, independentemente disso, os pacientes não deviam ser relegados para ultimo plano. As pessoas não merecem isso. Se estão mal e pedem ajuda, há que saber falar e há que saber perceber, que muitas pessoas de 60/70/80 anos, se estão a ir a urgencia, é porque precisam mesmo de ajuda.

 

Infelizmente, o nosso SNS está cada vez pior. E pergunto-me, porque há milhões em apoios para a Ucrania, quando não tratam de quem cá vive? Onde ha dinheiro para mandar para armas e afins e não ha para contrarem medicos para os hospitais? Porque fecharam as urgencias em todo o lado, quando ha tanta gente a precisar?? Prioridades, portanto.

 

E depois dizem que a mortalidade do COVID baixou. Pois claro, já nem testes fazem, por isso, ninguem morre de COVID. Só uma observação, na minha zona, tem havido tantos casos e tanta gente a morrer. Coitado de quem vai, porque não tem cuidados.

23.10.20

Será que só existe Covid???? E o resto?

Ninita

 

Ontem, a ver as noticias, vi uma reportagem na SIC ("Pandemia" para quem não viu e quer ver) que veio de encontro a uma das coisas que estou farta de falar, aqui na santa parvalheira.

 

Uma das coisas que focaram, foi o facto de muitas pessoas terem deixado de ter as consultas, os exames, as cirurgias, as fisioterapias, devido ao Covid.

 

Basicamente, muita gente, ficou sem os seus tratamentos. Sem puder continuar o que estivesse a fazer para cuidar da sua saude.

E eu penso para os meus botões : Ok, eu sei que o Covid é isto e aquilo, mas f*****, e o resto????

 

Quantos e quantos deixaram de ir comprar os medicamentos que precisam, porque não conseguem ir aos Centros de Saude pedir as receitas? Quantos, deixaram de ir ao medico, porque atendem 100 pessoas Covid e 2 nas restantes doenças? Quantos, não perderam a vida, porque tiveram medo de ir ao medico ou porque nem sequer conseguem marcar 1 simples consulta?

 

Não sei como é nas vossas zonas, mas aqui, a grande parte da população são idosos. Que quando precisam de uma consulta com o medico de familia (que só atende 5 ou 6 pessoas por dia e só serve para passar receitas e baixas), têm de ir as 04h da manha para a porta do centro. E nem assim é garantido que conseguem uma consulta.

 

Pergunto-me, onde vamos parar. Onde vamos chegar?

 

Conhecia muitos mas mesmo muitos idosos, saudaveis, rijos como o aço e que neste curto espaço de tempo, já se foram. Os funerais aqui são diarios. Mas não por Covid. Por outras doenças. Que apareceram entretanto e que não havia consulta para serem vistos. A não ser que fizessem 80km, para ir para Coimbra, onde os HUC estão caóticos.

 

Tem morrido muita gente. Mesmo muita gente. E quase nenhuns pelo Covid.

 

Ate quando vamos continuar nisto? Ate quando, vamos ter todos, a vida e a saude em suspenso, a espera de melhores dias? Ate quando, vamos conseguir aguentar?

 

A vida é dura, todos os dias. Mas ainda é mais dura, para quem se vai.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blog Portugal

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub