Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

15.04.19

O São Pedro está sempre contra mim

Ninita

 

E não venham cá com historias da carochicha, a dizer que sou uma inconformada....


E sabem porque??

Porque sou........

 

Então vejam la bem a minha sorte :
Ate agora tem estado bom tempo e pouco choveu. E eu a fazer o que?? a trabalhar, claro.

Agora, que finalmente vou ter 4 dias em casa (finalmente porque o tico e o teco ja se esbardalharam todos), adivinhem qual a previsão do tempo??? Chuva.....

 

Oh meu deus, eu sei que é precisa. mas porra, tinhas de esperar que cá chegasse o gajo la da casa, para mandar a chuva? É só porque queria ir dar daqueles passeios românticos, a pé, com o sol a bater-nos nas carinhas larocas.

 

Em vez disso, vou ter de fazer passeios românticos dentro de casa.... Olha que bem (só para te avisar, que vou pintar no tecto do quarto as estrelas, para ter desculpa para lá estar mais tempo... )

 

 

18.02.19

Bem vinda a rica chuvinha...

Ninita

 

E esta noite, foi um consolo.

 

Ouvir a chuva, finalmente a bater nas janelas. A salpicar tudo e a molhar tudo o que precisava de ser molhado.

 

Veio mansinha, devagarinho sem ninguém a ouvir chegar. Começamos a ouvir ping ping ping lá fora, a baixar o pó, a regar as árvores, as flores, as terras.

 

Apenas tenho a dizer : Finalmente.

 

Sei que não sou pessoa de chuva, nem de frio. Mas, quando saia a rua, o ar tão cheio de poeira, as campos tão áridos, quando tudo já foi tão verde.

 

Fazem-me falta as árvores. Mas tanta falta. Sair de casa, passar por elas, a segurar o vento forte, a balançarem-se como se estivessem a dançar.

Mas infelizmente quase que já não há árvores. Cada vez mais, estão a ser cortadas devido ao dia D. E cada vez mais se nota a falta que elas fazem.

 

Possivelmente esta chuva não vai durar muito. Mas pelo menos, sempre deu uma ajuda nesta zona que precisa de tanta agua. 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem me visitou

contador grátis

Blog Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D