Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

Ninita's

Quem sou eu? Simples, sou uma pessoa normal, que vive numa pequena cidade normal. Sou brincalhona, divertida, trabalhadora e muito simples. Na pratica, sou igual a todas as outras pessoas deste mundo. Bem Vindos a este "meu mundo virtual".

29.07.20

Amanhã é o dia

Ninita

 

Finalmente !


Depois de 4 meses e meio.

 

Amanha, vou trabalhar..... YES, YES, YES.

 

Vou só eu e o chefe (que sempre la esteve). Mas vou. Não vou fazer nada, todo o santo dia? Provavelmente nadinha de nada. Mesmo nada. Mas pode ser que veja gente. Pode ser que atenda um telefone.

 

É pá, amanhã é o dia. Tenho de estar de mascara? Sim, tenho. mas que se lixe. Vou trabalhar.

 

Tambem, so trabalho 4 dias (5.ª, 6.ª, 2.ª e 3.ª feira). Depois vem o gajo por uma semana (e vamos levar a pirralha a qualquer lado) e trabalha a minha colega. Depois, volto eu. Depois volta ela. E vamos andar assim, entrecaladas. Mas o importante, é que vamos. Finalmente.

 

Estamos todos unidos a tentar levantar uma empresa completamente parada há 4 meses. Sem vendas. Sem trabalho. E temos de conseguir. Porque aquela, é a nossa casa. A minha há 20 anos. A do chefe, a 37. A casa de todos. Onde nunca nos faltou nada. E agora, é a nossa vez de fazermos algo para nada lhe falte.

 

Wish me luck.... porque a Ninita vai on fire.....

17.07.20

Finalmente uma boa noticia

Ninita

 

Pois é, passado 4 meses em casa, ja sei que em Agosto volto ao serviço.

Volto, a tempo parcial, só trabalhando 50% (basicamente vamos trabalhar 1 semana e ficamos outra em casa), mas pelo menos, volto ao serviço.

 

Não sei como vai ser. Não sei se vai sequer haver trabalho. Acho que não. E vou apanhar uma grande seca. Mas pelo menos, vejo pessoas. Gente. Movimento na rua.

 

Ja cheguei ao ponto de desespero completo. Estou farta de estar em casa. Farta de não ter a minha rotina.

Ainda vou ajudando os colegas que estao no serviço, com alguma coisa que precisem. Mas não é suficiente.

 

Cheguei ao ponto, em que só me apetece chorar, de tão farta que estou.

 

Sinceramente, não sou pessoa de estar sem fazer nada. Preciso de movimento, de correria. E neste momento, não o tenho.

 

Podia ir a praia, mas nao me apetece fazer 100km para casa lado, só para chegar la e ter a praia cheia. Nao estou para isso.

 

So queria mesmo, voltar ao que era.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blog Portugal

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D